Cuidados no inverno

Os cuidados com as plantas durante o inverno são poucos, como as podas, atenção às regas e controle de pragas. Porém, são essenciais para que cheguem exuberantes na primavera, quando precisarão de muito vigor para brotar, florescer e frutificar.

Aproveite para podar: É bom aproveitar o frio para fazer podas de limpeza e condução nas árvores, pois nesta estação as plantas estão em dormência e não sentirão as podas. Na poda de limpeza, eliminam-se galhos secos, quebrados e malformados, já a poda de condução objetiva dar um bom aspecto à árvore, permitindo maior aeração e entrada de luz entre os galhos. Tenha sempre em mão uma boa tesoura de poda, afiada e sem ferrugem para não “mascar” os galhos e prejudicar as plantas. No entanto, quando são feitas as podas, a parte exposta fica suscetível à entrada de bactérias e fungos.

Cuidados com as regas: Prefira regar as plantas no período da manhã, a rega ao entardecer retém muita umidade e aumenta as chances das raízes congelarem e as plantas morrerem. Nunca pode deixar água no prato, isso é muito prejudicial para elas. Vale o mesmo para a aplicação de inseticidas e produtos de controle de pragas.

Cuidado com as geadas: Não é propriamente a geada que prejudica as plantas, mas o sol que aparece logo de manhã e, à medida que derrete o gelo, queima as partes dos vegetais. É conveniente cobrir as plantas tropicais com sombrite para proteção ( disponível na loja). Isso também impede o pouso de borboletas, que botam os seus ovos, dos quais nascem as lagartas. Outra indicação é regar o jardim logo de manhã para fazer o degelo. Se a planta for atingida, faça uma poda radical de folhas e galhos para tentar recuperá-la.

Pragas e doenças: Visitas indesejadas de inverno: Apesar do inverno ser ótimo para eliminar pragas, se houver falta de sol e umidade em excesso, pode ocorrer o aparecimento de fungos, ácaros e cochonilhas. Ocorrendo, temos os inseticidas específicos.

O inverno na região Sul costuma ser seco. Para manter a umidade das plantas sem que seja necessário regar com tanta frequência é necessário forrar a base das espécies com uma cobertura de casca de árvore (produto disponível na loja).

Poda das roseiras: Para garantir a floração abundante, a rosa deve ser podada diversas vezes ao ano. As podas de limpeza devem ser feitas semanalmente, cortando os galhos velhos que já deram flores. Já a poda drástica, deve ser feita no inverno. Protegido com luvas, inicie o processo cortando os galhos menores e também os mais velhos. Em seguida, conte três gemas (pequenos “olhos” localizados no caule) dos galhos que já foram podados e corte 1 cm acima. Nos locais que não sofreram o corte, conte cinco gemas e corte 1,5cm acima.

Após a poda, a adubação deve ser reforçada. Comece retirando a cobertura morta e espalhe composto orgânico em volta da planta. Em seguida, aplique farinha de osso e NPK 10-10-10. Finalmente, regue a roseira. Em cerca de cinquenta dias você terá uma planta mais forte e pronta para a próxima florada.

É hora de plantar bulbos!! Os bulbos são plantas curiosas: em forma da batata, “guardam” uma planta inteira em estado latente, que tem energia para cumprir o ciclo completo de crescimento. Quando acaba a floração, a parte aérea seca e some, mas volta a crescer e florescer no ano seguinte. Dica: quando comprar ou ganhar flores, informe-se sobre o cuidado dessa, pois pode-se pensar que a flor morreu sendo que essa é de bulbo e apenas esta em dormência.